15 junho 2016

A TAL PRIMEIRA AULA DE PONTA ⍟



No dia 14/04 finalmente chegou o tão sonhado dia, em quê tive minha primeira aula de ponta.
Muito nervosismo, estava mega animada, entusiasmada mas vamos pra real mesmo... Foi muito doloroso, meus pés pareciam pé de pato hahaha (juro)! Achei estranho, era bem apertado, sufocante e depois de um tempo meus pés pareciam que iam explodir.

Fiquei chateada comigo mesma, acho que coloquei muita expectativa dentro de mim e depois que começou de verdade eu senti dificuldades, meu peso sempre ia para o dedinho, que no caso deveria estar no dedão (pois isso que faz a gente cair da ponta).

Este dia pra mim foi horrível, não vou mentir ... Esperava mais de mim e cai do cavalo. Muitos diziam:

- Calma é só a primeira aula.

E realmente era SÓ a primeira aula, tenho alguns probleminhas pois quando não consigo fazer algo, fico muito irritada, estressada e com raiva. Coisa de gente maluca kkkkk.

A profª orientou que praticássemos em casa, fazendo todos os exercícios passados em aula. Pelo menos aí fiquei mais calma, prometi que iria tentar em casa para pelo menos na outra aula ter melhoras.

Durante a semana tentei subir, fazer os exercícios e resumindo tudo levei uma bela queda batendo o cotovelo na estante da sala. Caramba, que dor viu! Depois disso babou né, fiquei chateada, enviei uma sms a minha linda professora e ela disse exatamente isso aqui.

Paula: Ai pró 😔 estou decepcionada com essa ponta viu ... Não levo jeito pra isso!
Pior que nem choro pela dor e sim por não conseguir me sustentar nela, subir e ficar divando 😭
Estava treinando cai e bati o cotovelo na estante, estou desiludida!
Não levo jeito.


Profª: Kkkkk ainda bem que avisei antes que não seria igual para todo mundo... Você não é a primeira com dificuldade, não seja ansiosa, Ballet é persistência e ponta nem se fala.... Você vai conseguir não desista.... Sem sacrifícios a vitoria não é tão saborosa e saiba sempre que quando você estiver divando na ponta, não vai ser esse o melhor momento... O melhor momento vai ser olhar para trás e ver a guerreira que você foi em não olhar para as dificuldades, em ser superior aos obstáculos, em fazer da queda um passo de Dança, em começar tudo outra vez quantas vezes foi preciso... As pontas vão lhe ensinar a ser mais paciente com você mesma, creio que você precisa dessa paciência. Então deixa a ponta te ensinar... Bjs!

MARAVILHOSA ESSA MULHER NÉ? LACRA EM TUDO!

Enfim! Na minha segunda aula eu tive uma melhora e fiquei feliz, vou praticando aos poucos, afinal meu sonho de divar nas pontas não pode morrer deste jeito, não é mesmo produção?????

E essa foi a minha história com a sonhada sapatilha de ponta...

Beijos galera! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário